Vigilância Sanitária intensifica fiscalização em agências bancárias

A Vigilância Sanitária Municipal (VISA) intensificou, nesta quinta-feira (11), a fiscalização nas agências bancárias para garantir o cumprimento dos protocolos “Regras da Vida” e o específico para a atividade que tem como objetivo diminuir o risco de transmissão do novo coronavírus na cidade. Ao todo sete agências foram fiscalizadas e uma interditada. A Força Tarefa é formada por fiscais da VISA, Guarda Civil Municipal (GCM), 8º Batalhão de Polícia Militar, Procon Campos e tem o apoio do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ).

Entre as irregularidades encontradas na agência da Caixa Econômica Federal, na Rua Tenente Coronel Cardoso, no Centro, estavam a falta de marcação de distanciamento no lado externo e interno, o que acarretou em aglomeração das pessoas na fila e nos caixas eletrônicos, falta de distanciamento entre as cadeiras, ausência de álcool gel 70% na saída do elevador e escada, uso de bebedouro.

- Advertisement -




“A agência só foi reaberta após corrigir todas as irregularidades encontradas pela nossa equipe de fiscalização, mas as pessoas também precisam respeitar o distanciamento. Os protocolos foram criados para serem cumpridos pelos comerciantes e também pela população em geral”, disse a diretora da Vigilância Sanitária, Vera Cardoso de Melo acrescentando que “Não basta colocar a marcação no chão. A agência é responsável pela organização da fila, seja ela interna ou externa”, disse.

As agências bancárias, assim como outros estabelecimentos comerciais, vêm sendo fiscalizados e orientados diariamente quando ao cumprimento do decreto municipal 027/2021, mas a aglomeração nas filas se tornou recorrente, tendo a Vigilância Sanitária levado o problema à Promotoria de Tutela Coletiva do Ministério Público, que recomentou o fechamento e a aplicação medidas cautelares, enquanto as agências bancárias não se adaptarem para cumprir o decreto, ainda que implique em interdições e fechamento de agências.

A fiscalização é realizada em todo o município. Em caso de irregularidade, denúncias podem ser feitas através do telefone (22) 99868-2044 da Vigilância Sanitária.




MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido.