Destaque

VÍDEO: Ex-secretário de Rosinha diz que Garotinho revelou esquema com executivo da Odebrecht

Marcos Soares, ex-secretário e articulador de campanha de Rosinha, usou mais uma vez as redes sociais para revelar conversas que teve com o ex-governador Anthony Garotinho. Segundo Marcos Soares, em uma viagem voltando a praia do Farol de São Thomé após a dura derrota nas eleições de 2014, Garotinho teria dito que os principais motivos da derrota ao governo do estado foi a briga com Wladimir, que teria escolhido apoiar Bruno Dauaire, ante Geraldo Pudim, indicado por Garotinho, e além deste motivo, “o cara da Odebrecht o deixou na mão e não entregou o dinheiro que estava prometido”.

A não doação por parte do executivo da Odebrecht foi visto como traição por Garotinho, já que este mesmo executivo estava junto de Cabral e toda a gangue dos guardanapos no dia em que o grupo estava em Paris comemorando a escolha da cidade do Rio de Janeiro como sede das Olimpíadas. Ainda segundo Marcos Soares, Garotinho chantageou o executivo em troca de doações.

“QUADRILHEIRO”

Outra acusação grave feita por Marcos Soares é de que Garotinho iniciava obras no município de Campos “sem saber se iam ser entregues. A sua intenção era panhar (sic) dinheiro para a campanha”. Marcos afirma que presenciou esse episódio diversas vezes.

Para o ex-secretário de Rosinha, Garotinho é o principal responsável pela grave crise que atinge o município de Campos.

Tentamos contato com a assessoria do ex-governador Anthony Garotinho, mas até a veiculação desta matéria não obtivemos respostas

 

Comente com o seu Facebook

To Top
error: Conteúdo protegido.