fbpx

#SigaOCLICK

‘Vi urgência de não perder tempo com bobagem’, diz Ana Beatriz Nogueira sobre esclerose

MAIS LIDAS

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Sucesso na novela “Um Lugar ao Sol” (Globo) como a trambiqueira Elenice, a atriz Ana Beatriz Nogueira, 54, recebeu há 12 anos o diagnóstico de esclerose múltipla. Inicialmente, ela afirmou que sofreu por causa da falta de informação sobre a doença.

“Até entender que berimbau não é flauta, você sofre […] As pessoas se assustam com o nome, mas esclerose quer dizer inflamação. É uma doença cognitiva, mas sou obediente no tratamento. Depois de surtos cognitivos iniciais, nesses 12 anos não tive nada”, disse Nogueira em entrevista ao jornal O Globo.

- Advertisement -

A atriz acrescentou que receber o diagnóstico a fez mudar a forma como enxerga a vida. “Fiquei mais rápida. Me trouxe uma urgência de não perder tempo com bobagem”, afirmou ela que tem uma forma branda de esclerose.

Na entrevista, Ana Beatriz Nogueira também falou sobre a amizade com Lícia Manzo, autora de “Um Lugar ao Sol”, e a quem a atriz atribui o sucesso de Elenice. “Está tudo ali [no texto dela]”, disse.

Nogueira recordou que elas são amigas desde a adolescência. “A gente sempre teve um sonho secreto de ser fitness. Lembro que, com uns 17 anos, a gente ia de fusquinha para a Barra, de manhã, com aquele projeto de ser saúde, nadar no mar, pegar sol. Esses projetos duravam duas semanas [risos]. Somos amigas até hoje”, afirmou.

“Ela, uma pessoa meio em extinção. Vocacionada para o teatro, para o palco, e isso eu admiro muito. Ela não espera que aconteça, está sempre produzindo, fazendo projetos interessantes. É uma das maiores atrizes brasileiras de todos os tempos”, acrescentou.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Mais notícias