BLOG DO FABRICIO NASCIMENTO

Opinião, artigos e bastidores da política
ClickCampos.com/Fabricio

Vereadores fazem pressão por exoneração de Quintanilha e ameaçam acampar na Praça do Liceu com permissionários

Em reunião realizada na Câmara Municipal de Campos com a participação de permissionários, vereadores e o secretário de Governo, Alexandre Bastos, ficou acordado que o prefeito Rafael Diniz dará um posicionamento aos permissionários até às 15h desta quarta-feira (14), onde será decidido se os permissionários retornam para as ruas enquanto não se encerra o processo licitatório do Novo Transporte Público.

Durante a reunião, os vereadores Eduardo Crespo e José Carlos afirmaram que a lei aprovada pela Câmara de Campos para regulamentar o transporte alimentador vem sendo descumprida pelo Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT). Consta em ata inclusive a fala dos dois vereadores que afirmaram que caso não haja uma definição para os permissionários e o IMTT continue desrespeitando a lei votada pela Câmara, os dois irão acampar junto com os permissionários na Praça do Liceu.




— Tudo que a lei determina, os permissionários fizeram. Se tem alguém que não fez a sua parte é o IMTT. O artigo 49 dessa lei é muito claro, diz que enquanto o sistema licitatório não for concluído o IMTT deve deixar o sistema antigo, para depois fazer a transição. Então só será considerado o fim da licitação quando eles fornecerem a ordem de serviço para os permissionários, mas isso não acontecerá, já que todo o processo não está funcionando, já que o IMTT não fez a sua parte. Somos solidários com a causa dos permissionários, e se preciso for, acamparemos junto com eles —, disse Eduardo Crespo, vereador da bancada de oposição.

Mas nem a base do governo na Câmara poupou críticas ao presidente do IMTT, Felipe Quintanilha. Na tribuna, o fiel escudeiro do governo, José Carlos, apontou diversos pontos do projeto do IMTT, que na visão dele, estão errados. “Botar tenda para passageiro com banheiro químico? Eu discordo completamente, isso não existe e como vereador eu não aceito! Eu peguei número de seis placas de ônibus hoje, e quatro delas foram licenciadas em 2015 e 2016. Os ônibus estão andando de forma irregular”.

Zé Carlos ainda continuou, justificando que muitos problemas que o governo vem enfrentando se dá por conta da incapacidade de alguns secretários gerirem suas pastas.

— Eu sou defensor de Rafael e muitos podem não gostar de mim por isso. Mas é bom destacar que o governo vem sofrendo muitos desgastes por ter secretários incompetentes. Enquanto Rafael ficou cinco dias em Brasília buscando recursos para o município, esse caos vinha acontecendo aqui —, finalizou José Carlos, aplaudido pelos que estavam presentes na reunião.

O novo prazo dado pelo governo, apesar de ter tido apoio dos permissionários presentes na reunião, causou certo desconforto entre a classe. Alguns permissionários encaram o prazo como ponto final do diálogo, e caso não tenham uma resposta positiva do prefeito Rafael Diniz, ameaçam realizarem atos a partir do final da tarde desta quarta-feira em toda a cidade.

Já na quinta-feira (15) se encerra o prazo dado pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE/RJ) para o prefeito Rafael Diniz explicar as supostas irregularidades no processo licitatório.

Enquanto isso, Quintanilha segue sem muitas aparições públicas e sem dar explicações aos permissionários.

Relacionados

ÚLTIMAS POSTAGENS

error: Conteúdo protegido.