BLOG DO HUGO PEREIRA

Opinião, artigos e bastidores da política

“Uma grande vergonha para o Estado do Rio de Janeiro”

Esta foi a definição do vereador Cláudio Andrade sobre o Deputado Estadual João Peixoto apresentada na Câmara de Campos.

Na ocasião, o vereador puxou a ficha do deputado, que segundo ele se trata de um “histórico criminoso”.

Dentre os relatos que lia na tribuna, destacou o recebimento de 1 milhão de reais em propinas para apoiar o PMDB de Sérgio Cabral à época, através de Carlos Miranda (operador financeiro de Sérgio Cabral); citou ainda uma denúncia do Ministério Público por desvio de verbas da ALERJ, onde, segundo o MP, João se apoderaria dos salários e auxílio educação pagos aos servidores da Assembléia Legislativa.(O deputado nem chegou a ser julgado pois o crime prescreveu em 2015).

O vereador lembrou ainda que João Peixoto votou a favor da revogação da prisão de Jorge Picciani, Paulo Melo e Albertassi, ambos do PMDB e presos na operação cadeia velha.

A mais recente foi a investigação feita pelo Ministério Público no início deste ano a respeito de movimentações financeiras estranhas no valor de R$500.000,00, detectadas pelo COAF.

Tudo isso ocorreu após Peixoto declarar em entrevista ao jornal Folha da Manhã que Cláudio Andrade e  José Carlos, ambos vereadores pelo DC, estariam descumprindo o regimento do partido. Um prazo de 10 dias foi dado para que se manifestassem, e, caso não fizessem, seriam expulsos e até mesmo perderiam os mandatos. Cláudio Andrade disse que pedirá judicialmente condenação de oito anos para o deputado por notícia falsa.

Relacionados

ÚLTIMAS POSTAGENS

error: Conteúdo protegido.