Politica

TRE mantém decisão de primeira instância em caso de Marcos Bacellar

Em decisão unânime no início da noite desta segunda-feira (30), os desembargadores do Tribunal Regional Eleitoral mantiveram os embargos no registro de candidatura de Marcos Bacellar na eleição de 2016. Mesmo com a decisão, Bacellar responde no cargo até julgamento de recursos em em Brasília.

Atualmente Marcos Bacellar ocupa o cargo de vereador sob liminar do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), quando a então ministra Luciana Lóssio proferiu a decisão monocrática e determinou o retorno imediato de Marcos Bacellar para a Câmara em 16 de outubro de 2017, por que assim como a defesa, entendeu que não havia nenhuma improbidade contra ele, já que o nome do vereador campista não figura na lista dos  gestores públicos com improbidades no Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ)

Bacellar está em seu terceiro mandatona Câmara de Campos, onde já ocupou a presidência. Na sua gestão como presidente, foi o responsável pela mudança da Câmara, migrando do Palácio de Mármore para o prédio do então Fórum Nilo Peçanha. Em 2016, Bacellar foi eleito para o seu terceiro mandato com 2.685 votos. 

Comente com o seu Facebook
TRE mantém decisão de primeira instância em caso de Marcos Bacellar

To Top
error: Conteúdo protegido.