O Tribunal Regional Federal vai esperar ao menos até a próxima segunda (18) para deliberar sobre a prisão do ex-governador Anthony Garotinho. A prisão foi determinada pelo juiz Ralph Manhães, da Justiça Eleitoral de Campos dos Goytacazes, no norte fluminense. Ele foi condenado por compra de votos nas eleições municipais de 2016.

A informação é da coluna Radar, da Revista VEJA.

Comente com o seu Facebook
COMPARTILHAR