Banner-720x91_1.gif

Título mantém projeto vitorioso do Flamengo e dá alívio a Ceni

-

- Siga o nosso Instagram -

Rogério Ceni sabia que sua vida ficaria muito mais difícil se o Flamengo não conquistasse o Campeonato Brasileiro. A confirmação do título veio nesta quinta-feira (25), no Morumbi, e com ela a segurança, para Ceni, de que poderá seguir com o seu trabalho à frente da equipe.

O sucesso reafirma o momento vitorioso dos rubro-negros, campeões brasileiros também em 2019, ano marcado ainda pela conquista da Libertadores.

- Informe Publicitário -

A manutenção do treinador, que mesmo após a conquista segue alvo de críticas de parte da torcida, evita que clube e elenco, com três técnicos na última temporada, passem por mais uma reformulação dentro de um calendário que segue atípico e não dá respiro.

Ainda na ressaca da conquista nacional, o Flamengo já volta a campo na próxima terça-feira (2), para a estreia do time no Estadual do Rio de Janeiro. Iniciar, de fato, o ano de 2021 com alguém que já conhece a casa e sabe de que forma poderá utilizar melhor seus atletas é uma vantagem com relação a outros concorrentes que trocarão de comando e começarão do zero.

Dos classificados à próxima Copa Libertadores, São Paulo e Santos estrearão seus novos técnicos no fim de semana, em jogos do Campeonato Paulista. O Fluminense é outro que terá novidade no banco de reservas, com a chegada de Roger Machado, e o Atlético-MG, que se despediu de Jorge Sampaoli, busca treinador.

Abel Braga deixará o Internacional com o vice-campeonato brasileiro e o clube deve confirmar a contratação do espanhol Miguel Ángel Ramírez, apalavrado com os colorados desde o ano passado.

Ainda há incerteza sobre a permanência de Renato Gaúcho à frente do Grêmio. O ídolo gremista, no cargo desde 2016, é o dono do trabalho mais longevo da elite nacional.

Apenas o Palmeiras também tem a certeza de contar com o mesmo comandante que encerrou a última temporada: Abel Ferreira, português campeão da América com a equipe alviverde e que poderá conquistar a Copa do Brasil daqui a pouco mais de uma semana.

Rogério Ceni foi o terceiro comandante do Flamengo em uma temporada conturbada para o clube, que viu Jorge Jesus, o condutor do ano mágico de 2019, ir embora ainda antes de começar o Nacional.

- Informe Publicitário -

Título mantém projeto vitorioso do Flamengo e dá alívio a Ceni

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Informe Publicitário -

MAIS LIDAS

Leia tambémRELACIONADAS
Destaques