fbpx

#SigaOCLICK

Temperaturas altas no Alasca batem recordes

MAIS LIDAS

O Alasca já não é tão frio como antes. O período de calor que se vive atualmente fez com que as temperaturas elevadas batessem recordes e se experienciasse o dia de Natal mais quente de todos os tempos.

Este que é o estado mais a Norte dos Estados Unidos da América (EUA) e, por isso, o mais frio, registra temperaturas nunca antes alcançadas. Como consequência destas alterações, segundo a Sky News, o gelo “parece cimento” e a neve é cada vez mais pesada.

- Advertisement -

Os especialistas dizem que as variações entre a temperatura mais elevada e mais baixa no Alasca são um sinal das mudanças climáticas. Em algumas partes do estado, chegou a registar-se mais 11ºC do que havia sido a temperatura mais elevada nesta altura do ano.

Na comunidade da ilha de Kodiak, a temperatura do ar atingiu 19.4°C no último domingo, a maior leitura de dezembro já registada no estado, de acordo com o cientista Rick Thoman, do Centro de Avaliação e Política Climática do Alasca, que mencionou ainda que o aeroporto de Kodiak registou 18.3ºC e a comunidade de Cold Bay, na Península do Alasca, bateu o recorde chegando aos 16.6ºC.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Mais notícias