Campos

Teatro Trianon abre programação dos 20 anos com plateia lotada

O Teatro Municipal Trianon abriu as portas para receber o público e celebrar o primeiro dia da programação dos 20 anos. Na noite dessa sexta-feira (27), a Orquestra Sinfônica Maciuccia Iacovino, principal orquestra jovem da ONG Orquestrando a Vida, encerrou em casa a “Turnê Arteris” por cidades do Norte Fluminense. Até a próxima terça-feira, dia 31, o Trianon recebe espetáculos, sendo quatro produções de Campos e com entrada franca.

— Preparamos um final de semana com espetáculos que agradam a todos os públicos. Além disso, todas as apresentações valorizam o artista campista. Essa atitude reafirma a política do governo Rafael Diniz, de prestigiar quem é da terra, com espetáculos de comprovada qualidade artística — disse a presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL), Cristina Lima.

No dia 31 de julho de 1998, o Teatro Municipal Trianon abriu as portas ao público. Desde a demolição da primeira construção em 1975 era anseio de todos um novo ícone para ocupar a lacuna. O prédio havia sido custeado pelo Francisco de Paula Carneiro e que dá nome ao Boulevard, do Centro da cidade.

— O Trianon é o ícone da cultura campista e representa a cultura do interior do estado. O primeiro dia das comemorações dos 20 anos do teatro traz a Orquestra Sinfônica Maciuccia Iacovino, da ONG Orquestrando a Vida com os jovens que são o nosso futuro, o alicerce da cultura campista. Junto com o prefeito Rafael Diniz, a FCJOL trabalha para a valorização do artista local, do que temos de melhor, do nosso patrimônio; não somente o teatro, mas a cultura como um todo — destacou o vice-presidente da Fundação, Vinicius Soares.

Fundada em 1996 pelo Maestro Jony William Vianna, a ONG campista desenvolve, há 22 anos, um trabalho único em convênio com o Sistema de Orquestras Infantis e Juvenis da Venezuela, fazendo parte do programa mundial de orquestras da Unesco, do projeto Criança Esperança.

Sob a regência do maestro Luis Mauricio, dezenas de jovens levaram emoção à plateia em forma de boa música. “Me sinto honrado em estar nesse palco, em especial, nessa noite. O Trianon faz parte da minha história. É bom estar em casa, o meu lar”, afirmou.

Após a apresentação, o aluno Lázaro Fernandes, de 14 anos, estava convicto da profissão que pretende seguir. “Estou na ONG há 4 anos tocando flauta. Encerrar a turnê no Trianon, ver esse teatro lotado, me leva a crer que as pessoas ainda querem ouvir música de qualidade. E vou continuar proporcionado isso pro resto da minha vida”.

Programação – Neste sábado (28), às 17h, as cortinas se abrem para a peça “Cavaleiro da Rosa dos Ventos”, da Cia Sempre em Cena. O personagem é um curioso viajante que, em busca de sua identidade, compactua com a plateia suas aventuras pelas cinco regiões brasileiras, em sua bicicleta. A entrada é R$ 20 inteira e R$ 10 meia. Domingo (29), às 18h, é o dia do Curso Livre de Teatro subir ao palco. A Turma Iniciante apresenta “Leminskiando em Cena”, onde os alunos passeiam pelo universo de Paulo Leminsk. Já a Turma Avançada, apresenta: “Viva, Uma Ode ao Teatro Nacional”. Os atores fazem uma homenagem aos principais e mais importantes autores do teatro brasileiro. A entrada é gratuita.

Na segunda (30), às 19h30 o Movimento Studio de Dança apresenta o espetáculo “Dogmas”. Com direção coreográfica de Maurício Arêas e direção geral de Jéssica Alves, Dogmas envolve o espectador numa história cheia de surpresas e desafios cênicos. Temas polêmicos e controversos foram elementos inspiradores para a composição desse intrigante trabalho que procura revelar à plateia o grande dilema da aceitação. A entrada é franca.

Na terça (31), às 20h, depois de lotar o Teatro de Bolso, o público de Campos vai ter mais uma oportunidade de prestigiar os talentos cênicos da região com a peça do autor campista Eugênio Soares, “As Pessoas Na Sala de Jantar”. Ambientada em 1973, período de chumbo da Ditadura Militar brasileira, a peça conta a história de uma família do interior que, dividida pelas diferenças políticas, morais e ideológicas, precisa lidar com os problemas do presente e os fantasmas do passado. A entrada é franca.

Comente com o seu Facebook
Teatro Trianon abre programação dos 20 anos com plateia lotada

To Top
error: Conteúdo protegido.