Sem dinheiro para honrar compromissos, o governador do estado, Luiz Fernando Pezão, tomou a decisão de atrassar o pagamento dos servidores. Com a atitude do governador, fez com que entidades do funcionalismo entrassem na justiça contra o estado

A briga na justiça que ja durava cerca de dois meses com sucessivas derrotas para o estado, chegou ao ponto final com a decisão do Superior Tribunal Federal, que ordenou que o estado pague todas as contas na data préviamente estabelecida

A decisão ainda diz que o salário dos servidores deve ser prioridade para o estado. Além disso, não foi comprovado que isso comprometeria a economia do estado do Rio de Janeiro

Foto: Divulgação
Comente com o seu Facebook
COMPARTILHAR