Servidores municipais realizam assembleia nesta quarta em frente ao CESEC

Uma assembleia geral para definir se os servidores municipais entram em greve ou não, acontece na tarde desta quarta-feira (08), em frente à sede da Prefeitura de Campos, a partir das 16h.

Os líderes do movimento aguardam grande adesão dos servidores, e um trio elétrico deve ser colocado no local para facilitar a comunicação.




Entre as principais reivindicações, estão o reajuste salarial em 15%, melhorias na estrutura de trabalho, plano de carreira, aumento do vale refeição – apelidado de ‘vale coxinha’ por Rafael Diniz enquanto vereador – e principalmente, cobram o diálogo aberto com o prefeito.

O QUE DIZ A PREFEITURA
Nos últimos dois anos, a Prefeitura de Campos vem mantendo diálogo com os servidores, apresentando de forma transparente os impactos que o município teve com a crise econômica e queda de arrecadação. Em paralelo, busca alternativas para reduzir a dependência dos royalties e fomentar a economia, gerando emprego e renda. Um reajuste superior ao que está sendo oferecido (4,18%, de acordo com IPC-A) ultrapassa o limite estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Graças aos esforços realizados por sua equipe econômica, a Prefeitura mantém os salários dos servidores em dia e conseguiu diversas conquistas, como a inauguração da Policlínica do Servidor, que atende o funcionalismo em várias especialidades médicas; e o Clube de Desconto do Servidor. A atual gestão também está saldando uma dívida de R$ 180 milhões com o Instituto de Previdência dos Servidores de Campos (PreviCampos), deixada pela gestão anterior.

- Anúncios -

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido.