Secretário de Governo no combate contra Chikungunya

O secretário de governo Alexandre Bastos solicitou, por orientação do Prefeito Rafael Diniz, a ampliação do atendimento do Centro de Referência da Dengue, anexo aos Plantadores. Atualmente no local são distribuídas 250 senhas por dia, diante do clamor da população campista e altos índices epidemiológicos na região.

Na quinta, o deputado estadual Rodrigo Bacellar (SD) notificou o governador, Wilson Witzel, e o secretário estadual de Saúde, Edmar Santos, para que medidas fossem tomadas nos municípios de Campos e Miracema, usando agentes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros.




Já na quarta-feira, Wladimir Garotinho (PSD) também notificou o secretário de Saúde para que fosse montado um hospital de campanha em Campos, para desafogar a luta por atendimento dos pacientes já infectados com o vírus do Aedes Aegypt. A ideia parece ter sido bem aceita, já que

O pedido de Wladimir foi bastante debatido na Câmara de Campos, onde a vereadora Rosilane do Renê pediu para que o prefeito Rafael Diniz decretasse estado de calamidade pública na Saúde de Campos. Além dela, Alvaro Oliveira (SD) destacou que Campos investe no combate ao Aedes Aegypt metade do que gasta com publicidade.

- Anúncios -
- Anúncios -

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido.