fbpx

#SigaOCLICK

Programa de aceleração quer premiar MEIs e MEs de impacto social com R$ 27 mil; saiba mais

MAIS LIDAS

A fintech One7 anunciou o programa de aceleração para Microempreendedores Individuais (MEIs) e Microempresas (MEs) de todo estado de São Paulo.

O foco são negócios financeiramente sustentáveis, que está diretamente alinhado ao negócio da One7 – uma plataforma de serviços financeiros especializada no mercado de crédito PJ -, mas que também possuam seu DNA voltado para impacto social.

São elegíveis ao Programa os negócios registrados no estado de São Paulo com empresa ativa e comprovação de CNPJ emitidos pelos órgãos públicos Estaduais ou Municipais.

A iniciativa conta com apoio do StartSe e da Fundação Dom Cabral e dará aos selecionados o investimento de R$ 27 mil em dinheiro, além de educação executiva e mentoria.

Crédito: Shutterstock

João Paulo Fiuza, CEO da One7, explica que a ideia central do programa é estimular empreendimentos que têm “muito potencial de impacto social com seus produtos e serviços”, mas que precisam de mais investimento para serem impulsionados. Ou, nas palavras do executivo: “conhecimento e networking para escalonar o bem que são capazes de gerar para a sociedade”.

Em entrevista ao Olhar Digital, Fiuza ressalta que a escolha do porte das empresas não foi por acaso: “o microempreendedor individual representa uma parcela muito expressiva do empresariado brasileiro”, afirma.

De acordo com dados do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o Brasil fechou 2020 com o maior número de empreendedores em toda a história.

Dados do Portal do Empreendedor de dezembro do ano passado apontam para um total de 11,31 milhões de MEIs – crescimento de 13,23% na comparação com o período antes da pandemia. As microempresas, por sua vez, somam 7,5 milhões.

Mesmo com o estímulo da crise tendo obrigado muitas pessoas a abrir um CNPJ, os pequenos empreendimentos possuem um histórico forte em solo nacional: elas respondem por 30% do Produto Interno Bruto (PIB) do país, além de representarem 99% dos negócios existentes por aqui.

Além disso, os pequenos negócios também respondem por cerca de 72% dos empregos formais – ou um total de 229.368, segundo dados do Sebrae com base nas estatísticas do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), atualizadas mensalmente pelo Ministério do Trabalho e Previdência.

Vale dizer que essa é a segunda edição do Programa. A primeira foi realizada em Tatuí, interior de São Paulo, onde é a sede da One7.

Agora, as inscrições foram ampliadas para todo e estado e, a ideia, de acordo com o CEO, é posteriormente expandir a iniciativa para todo o Brasil. “Queremos inspirar não apenas os participantes e parceiros, mas também outras empresas a promoverem ações assim. Todo muito sai ganhando”, completa Fiuza.

Processo de seleção para o programa de aceleração

As inscrições vão até 7 de novembro, diretamente na página do programa: https://one7.com.vc/empreendedor-de-impacto.

Além disso, como parte do processo de candidatura, os empreendedores interessados deverão responder à seguinte pergunta em um vídeo no Instagram, marcando a @one7: “Qual impacto positivo sua empresa provoca na vida das pessoas, e como a One7 pode aumentar esse impacto?”.

Ao todo, serão selecionados 17 negócios que participarão durante quatro semanas (de 23 de novembro a 17 de dezembro) de um circuito de aceleração virtual com bate-papos, palestras e mentorias com profissionais de referência em suas áreas de atuação, dentre eles: João Paulo Fiuza, CEO da One7; Junior Bornelli, CEO e fundador da StartSe; e Heiko Hosomi Spitzeck, diretora do Núcleo de Sustentabilidade da Fundação Dom Cabral.

Os especialistas irão compartilhar boas práticas de mercado e gestão de negócios, bem como caminhos para oportunidades de impacto positivo para a sociedade. O objetivo desses encontros é preparar os participantes para concorrer aos prêmios da competição.

Leia também!

Startup mexicana de carros usados chega ao Brasil com milhares de veículosStartup da Nova Zelândia desenvolve serviço de eletricidade sem fioLiv Up: a startup que usa tecnologia para fazer uma revolução que começa pelo prato

Ao final da rodada de encontros virtuais, os participantes deverão preparar um breve uma apresentação, comumente conhecida no ramo das startups como “pitch”, para vender a sua ideia e explicar o porquê merecem o investimento.

Destes sairão sete finalistas, sendo as três apresentações mais promissoras as premiadas, segundo avaliação de especialistas que formarão uma banca examinadora.

Além dos prêmios já mencionados, o primeiro colocado terá também acesso à formação executiva intensiva Strategy4Disruption da StartSe, assim como mentoria exclusiva com os executivos da companhia: Cristiano Kruel, Junior Borneli e Juliana Alencar, e o livro Organizações Infinitas.

Crédito da imagem principal: Juergen Priewe/Shutterstock

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Programa de aceleração quer premiar MEIs e MEs de impacto social com R$ 27 mil; saiba mais apareceu primeiro em Olhar Digital.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Mais notícias