Destaque

Presidente do Goytacaz permanecerá preso até audiência de custódia

O presidente do Goytacaz, Dartagnan Fernandes, permanecerá preso após ser flagrado com um veículo modelo Hillux, de ano 2014, que teria sido roubado no Rio de Janeiro. Segundo Dartagnan, ele teria comprado a Hillux SW4 em uma agência de automóveis de Campos. Dartagnan também estava com documentos falsos, que teriam supostamente sido fornecidos pela agência em que ele comprou o carro.

O advogado de Dartagnan falará com a imprensa após a audiência de custódia, que normalmente acontece em até 24 horas após o flagrante. Por ter sido autuado em flagrante e com documentação falsa, o crime é inafiançável, porém, a defesa acredita que Dartagnan conseguirá ser liberado após a audiência que deve acontecer ainda nesta quarta-feira.
A Polícia não descarta que Dartagnan tenha sido vítima de um quadrilha de roubo de veículos que atua no interior e na capital do estado.
Comente com o seu Facebook

To Top
error: Conteúdo protegido.