BLOG DO FABRICIO NASCIMENTO

Opinião, artigos e bastidores da política
ClickCampos.com/Fabricio

Presidente da Câmara lança campanha “SJB na rota do gás”

Presidente da Câmara de São João da Barra, o vereador Aluizio Siqueira (PP) lançou na última semana a campanha “SJB na rota do gás”. O objetivo é marcar posição e mobilizar forças para que, a partir da aprovação do novo marco legal do gás, na Câmara do Deputados, o Porto do Açu seja o caminho escolhido para receber a “Rota 5”, um gasoduto que levará a produção da Bacia de Campos para o terminal do maior complexo portuário e industrial da América Latina. A mobilização é importante porque existem outros possíveis destinos, como Macaé e Itaguaí, mas nenhum com a logística tão propícia quanto a já existente em São João da Barra.

— Nossa São João da Barra tem a melhor condição de potencializar e transformar o crescimento a partir do gás natural. É o melhor destino para a Rota 5, para fins de desenvolvimento econômico e social, com visão de futuro para todo Estado do Rio de Janeiro. Além do consumo a curto prazo das térmicas em construção da GNA, o Porto do Açu está preparado para crescer e receber mais indústrias, com toda infraestrutura pronta do Distrito Industrial de SJB e um porto que é o melhor do país do ponto de vista de acesso logístico marítimo — afirmou o presidente da Câmara.

Além de ser a rota com menor extensão e, consequentemente, de investimento mais baixo, o gás chegará ao Porto do Açu, que se apresenta como melhor escolha para curto prazo. O terminal tem os projetos da GNA I, com operação prevista para o próximo ano, e GNA II, que compõem o maior complexo de geração de energia a gás da América Latina. O complexo também inclui um terminal de GNL, que pode tanto importar como exportar, com capacidade total de 21 milhões de m³/dia, além da perspectiva de expansão da GNA III e GNA IV.

Aluizio destacou que a intenção é mobilizar forças, com a população sanjoanense, convocando os poderes Executivo e Legislativo, e o próprio Porto do Açu, uma vez que o CEO da Prumo, Tadeu Fraga, já declarou à imprensa companha com atenção os desdobramentos da Nova Lei do Gás, para aumentar seus investimentos no setor. Fraga, informou, ainda que a intenção é consolidar o Açu como um hub de gás e investir, em um segundo momento, também em unidades de processamento de gás, estocagem de GNL e gasodutos.

O Brasil deve mais que duplicar a produção líquida de gás natural até 2030, segundo projeção da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), estatal vinculada ao Ministério de Minas e Energia. A Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) lançou o estudo “Rio a todo gás”, que prevê investimentos de até R$ 45 bilhões no RJ no setor de gás. A estimativa é que até metade desse valor seja direcionado ao Norte Fluminense.

— São João da Barra, que já tem térmicas em construção no Porto do Açu, tem que ficar de olho e acompanhar todos os movimentos nesse sentido, para não perder as oportunidades. O novo marco legal do gás natural, que busca incentivar a participação de empresas privadas no mercado, está na fase final na Câmara dos Deputados. A partir da sua aprovação, a tendência é que investimentos sejam destravados. E temos que nos mobilizar para mostrarmos que somos o melhor caminho para a Rota 5 — concluiu o presidente da Câmara de SJB.

Relacionados

ÚLTIMAS POSTAGENS

error: Conteúdo protegido.