Prefeitura de Campos anuncia concessão da iluminação pública de R$ 662 milhões por 30 anos

O Diário Oficial desta segunda-feira (02) trouxe a publicação de um aviso de licitação para a concessão da administração da iluminação pública de Campos, onde a empresa vencedora terá que realizar a modernização, eficientização, expansão, operação e manutenção da infraestrutura do parque de iluminação pública do município.

O valor inicial é de nada menos que R$ 662 milhões, mas como a concessão será de 30 anos, chama a atenção que atualmente a taxa de Iluminação Pública rende aos cofres públicos cerca de R$ 3 milhões mensais. Em uma conta rápida, sem reajuste, daria um total de R$ 1.080 bilhão. A Prefeitura de Campos abrirá mão de arrecadar R$ 418 milhões com a taxa de iluminação pública ao longo dos 30 anos, e lembrando, sem considerarmos os reajustes anuais.




Para especialistas consultados pelo ClickCampos, a concessão causa estranheza, já que o município sempre teve condições de arcar com a estrutura da iluminação pública. Para piorar, o tempo de contrato em 30 anos não é praticado em nenhuma cidade do porte de Campos. Normalmente o tempo para o serviço é de 10 anos, bem menos do que o proposto pelo governo. Além disso, a medida abrirá brecha para que as empresas cobrem o valor que quiserem, realizando reajustes anuais, assim como a Águas do Paraíba realiza no município de Campos, onde anualmente faz aumentos que geram muitas reclamações.

É importante lembrar que a concessão da empresa Águas do Paraíba aconteceu na gestão de Sérgio Mendes, considerado um dos mentores do atual prefeito, Rafael Diniz. Além disso, o serviço da empresa é alvo de críticas constantemente, seja pelo alto valor ou pelo mau atendimento.

Talvez em final melancólico de governo, esse seja o maior sinal que o casamento entre gestão e Rafael não vai bem. Talvez o prefeito esteja precisando passar uns dias em uma fazenda para descansar e refletir melhor no que vem fazendo.

- Participe -
- Anúncios -

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido.