BLOG DO FABRICIO NASCIMENTO

Opinião, artigos e bastidores da política
ClickCampos.com/Fabricio

Prefeita de Cardoso Moreira ataca médicos, CREMERJ responde e secretário de Saúde abandona o cargo

Começa de maneira desastrosa o governo de Geane Vincler na cidade de Cardoso Moreira. Após uma entrevista para a Rádio Transmania, ela mesmo instalou a primeira grande crise do seu governo que ainda não chegou aos 70 dias. Após ser perguntada pelo jornalista Syllas Junior sobre as demandas da Saúde, Geane tirou a responsabilidade da Prefeitura para o mau atendimento e colocou a culpa nos médicos, que segundo ela, são preguiçosos e não gostam de atender os pacientes.

— Reclamações são feitas sempre sobre os médicos, que as vezes não querem atender, fazem corpo mole. Eu e o secretário de Saúde estamos conversando diretamente com os médicos. Nós precisamos fazer com que eles entendam que eles precisam trabalhar, eles não vão ali para dormir. Até porque, eles não vão para outros lugares para dormir, porque aqui em Cardoso vai ser diferente? -, disse em tom critico a prefeita Geane.

- Advertisement -

A fala de Geane teve reações rápidas. O Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (CREMERJ) emitiu uma nota repudiando a fala da prefeita, e além disso, informando que ingressará com uma ação de dano moral coletivo contra a chefe do executivo municipal por afirmar que os médicos da cidade não gostam de trabalhar. “O CREMERJ esclarece que é inadequado culpar os colegas pelos problemas enfrentados pelo SUS, quando o correto seria homenageá-los pela disposição em prestar serviços à população no ambiente complexo da saúde pública. Portanto, o Conselho repudia as declarações da prefeita, e solicita publicamente que ela se desculpe com os médicos que foram ofendidos. O CREMERJ irá ingressar com ação de dano moral coletivo em desfavor da prefeita”, diz um trecho da nota.

Quem também discordou com a fala inadequada da prefeita foi o então secretário de Saúde do município, o Dr. Sérgio Henrique, que nesta sexta-feira (06), após reunião, decidiu abandonar o cargo de secretário do município. Segundo fontes ouvidas por nossa equipe, a fala de Geane foi o estopim para que o médico abandonasse o cargo.

Em um período de pandemia, onde o mundo todo parabeniza e homenageia os profissionais da Saúde, a fala da Prefeita demonstra despreparo e certo desequilíbrio, já que na tentativa de fazer o famoso “jogar para a galera”, é capaz até de “queimar” quem está na linha de frente de uma das principais crises sanitárias da história da humanidade.

Relacionados

ÚLTIMAS POSTAGENS