fbpx

#SigaOCLICK

Polícia Civil prende Militar da Marinha acusado de matar pedreiro

MAIS LIDAS

Na manhã desta quarta-feira (27) a Polícia Civil de Saquarema prendeu um servidor da Marinha, acusado de matar a tiros o construtor Gilcinei Vieira dos Santos, em Vilatur.

A prisão aconteceu no Rio de Janeiro. De acordo com a polícia, um mandado de prisão contra o militar havia sido expedido pelo juiz da Comarca de Saquarema após uma investigação realizada pelos agentes da 124 DP.

O crime aconteceu no dia 26 de Agosto, quando a vítima estava saindo de carro da casa de sua mãe, no bairro Vilatur para retornar ao seu trabalho numa obra próxima dali. Segundo as investigações, o militar estava em uma moto, parou ao lado do carro onde a vítima estava e efetuou os disparos, fugindo em seguida.

O caso causou comoção, já que a vítima era muito conhecida e querida por todos no bairro. Ele fazia obras por empreitada e trabalhava como pedreiro. Gilcinei estava com casamento marcado para o mês de setembro.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, a vítima foi morta por divergências referente a uma obra feita no bairro de Jaconé.

O militar é lotado na Base Naval da Ilha das Cobras, localizada no Centro do RJ. Na ação policial também foram apreendidas duas armas de fogo. Ele  foi encaminhado para a 124 DP, em Saquarema, e em seguida, será levado ao presídio, onde permanecerá preso.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Mais notícias