PMs que ajudaram em parto flagram mãe agredida ao visitá-la para entregar doações

Policiais que ajudaram no parto de um bebê na última semana em Campos, se uniram e fizeram uma campanha para ajudar a família, mas quando foram entregar as doações se depararam com um caso de violência doméstica, pois a mulher que ainda está de resguardo foi agredida pelo companheiro.

“Era pra ser um momento de felicidade, até porque os policiais que participaram se envolveram sentimentalmente, fizeram toda essa campanha para que pudesse num primeiro momento ter um pouco de conforto até porque na data do nascimento perceberam que existia muitas necessidades. Então, eles de forma humana agiram dessa forma e foram até o local achando que ia ser um momento de alegria”, disse o comandante do 8º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Luiz Henrique Barbosa.




O mesmo pai que pediu ajuda aos dois policiais para trazer o filho ao mundo na última semana foi encaminhado para a delegacia. A esposa ficou com várias lesões pelo rosto.

“Procuramos conduzir à autoridade policial para que fossem tomadas medidas para que fosse preservada a integridade física não só da mãe, mas da criança. A nossa Patrulha Maria da Penha irá monitorar o local para que nada de errado possa acontecer mais na vida da senhora que foi agredida e da criança”, explicou o comandante.

Segundo a Polícia Civil, o caso foi registrado na Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Campos como crime de agressão. Ainda de acordo com a polícia, a vítima e o suspeito já foram ouvidos na especializada.

A polícia informou também que as investigações prosseguem para apurar os fatos e até o momento não houve prisão.

Fonte: G1

- Participe -
- Anúncios -

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido.