PM e vereador são alvos de megaoperação contra milícia que atua na Baixada Fluminense

A Polícia Civil faz, desde as primeiras horas da manhã desta quinta-feira, uma megaoperação contra milicianos que atuam na Baixada Fluminense. São 35 mandados de prisão e 93 de busca e apreensão contra grupos paramilitares, que estão sendo cumpridos em Belford Roxo, Nova Iguaçu, Caxias, na Baixada; São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos; e na capital. Até o momento, oito pessoas foram presas.
Dentre os presos está o sargento da PM Alex Bonfim de Lima Silva, que era alvo de mandado de busca e apreensão, mas foi preso em flagrante com diversas armas. Ele, que é lotado no 39º BPM (Belford Roxo), foi encontrado na comunidade da Babi. Outros policiais também são investigados.
Contra o vereador de Belford Roxo Luiz Eduardo Araujo (PRB), de 45 anos, que também é policial militar, foi cumprido um mandado de busca e apreensão. O PM está no segundo mandato no Legislativo da cidade.
INVESTIGAÇÕES
De acordo com as investigações, os criminosos alvos da ação de hoje são responsáveis por dezenas de homicídios praticados nos últimos anos. Eles também agem fazendo ocultação de cadáver através da criação de cemitérios clandestinos, e outros crimes relacionados, como extorsões, exploração de TV a cabo clandestina, vendas de cigarros ilegais e mototáxi.
A operação conta com cerca de 300 policiais. Todos os acusados vão responder pelos crimes de constituição de milícia privada.
- Participe -
- Anúncios -

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido.