fbpx

#SigaOCLICK

Perigo no prato! Cinco alimentos prejudiciais para os rins

MAIS LIDAS

Os rins são fundamentais para o funcionamento do corpo humano, conforme explica um artigo publicado pelo jornal Metro World News. Este super órgão tem a seu cargo eliminar as toxinas acumuladas no organismo, manter o equilíbrio mineral e controlar a pressão arterial.

Sendo que a ingestão de bastante água é essencial, de modo a assegurar a operacionalidade dos rins.

- Advertisement -

Todavia, é recomendado evitar o consumo de certos nutrientes como sódio, fósforo e potássio, isto porque o corpo demora mais tempo para eliminá-los, mantendo-se assim a níveis elevados na corrente sanguínea.

Eis, de acordo com o jornal Metro World News, cinco alimentos a ter em atenção:

1. Refrigerantes

Bebida gaseificadas devem ser evitadas devido ao seu elevado teor em corantes. Grande parte desse aditivo é composto por fósforo, prejudicial aos rins. Mais ainda, o fósforo artificial não possui qualquer proteína, o que leva à má absorção pelo sistema gastrointestinal. 

2. Arroz e pão



Esses alimentos são recomendados como parte de uma dieta equilibrada pessoas saudáveis, contudo devem ser evitados por pessoas que sofrem de problemas renais, devido a conterem um elevado nível de potássio e fósforo.

3. Laranja

Indivíduos com problemas renais têm de ter em atenção a quantidade de Vitamina C que ingerem. Uma laranja pode conter até 333mg de potássio, número que sobe para 473mg quando consumida na forma de sumo (240ml). 

4. Tomate

O tomate é um fruto rico em potássio. Uma xícara de molho de tomate equivale a 90 miligramas de potássio.

5. Batatas

Determinadas variedades de batata, como a doce, são igualmente abundantes em potássio.

Contudo, o duplo cozimento desse alimento diminui a quantidade desse mineral. Cortá-las em pedaços pequenos e fervê-las por 10 minutos, antes de cozinhá-las, poder reduzir a quantidade de potássio em 50%. O resultado é igual, ao deixá-las na água de molho durante pelo menos 4 horas previamente a prepará-las. 



 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Mais notícias