Parceria entre Prefeitura e UENF pode tornar Campos referência em testes

A Prefeitura de Campos e a Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) deram início às tratativas para implantação no município de um laboratório para testes de casos suspeitos do novo coronavírus (Covid-19). Em reunião, nessa segunda-feira (06) com o prefeito Rafael Diniz, o reitor da Universidade, Raul Palacio falou sobre a parceria e, junto à comissão de crise do coronavírus avaliou a proposta para implantar, já nos próximos dias, a unidade nas instalações laboratoriais do Hospital Geral de Guarus (HGG)  que já atua com diagnóstico molecular de carga viral por PCR em tempo real quantitativa.
Em funcionamento atendendo as demandas laboratoriais do HGG, a unidade  já passa por adaptações e modificações necessárias e, tão logo esteja pronto, passará por uma avaliação do Laboratório Central Noel Nutels (LACEN-RJ) – responsável por coordenar a rede de laboratórios públicos e privados que realizam análises de interesse em saúde publica – para possível habilitação e viabilização do início das atividades. O LACEN é o laboratório de referência da Fundação Saúde responsável por testes de coronavírus no Estado do Rio.
De acordo com o Ministério da Saúde, quatro laboratórios são referência nacional para testes de casos suspeitos do novo coronavírus (Covid-19). Durante o encontro, o prefeito Rafael Diniz informou que o município dispõe de estrutura e vai reunir esforços para viabilizar a criação do laboratório.
– A estrutura do laboratório do HGG já está pronta e só precisa de pequenas adequações. Estamos unindo esforços e somando forças para atenuar os impactos da propagação do coronavírus em nosso município e poder contar com o Know How dos técnicos da Uenf junto com a capacidade de nossos profissionais é mais uma boa alternativa nesta luta – frisou.
O equipamento existente no HGG pode realizar até 56 testes/dia. De acordo com o reitor da Uenf, a Universidade dispõe de equipe e equipamentos para diagnóstico molecular, recursos humanos e mais um termociclador, o que dobraria o número de diagnósticos/dia.
– Estamos contando com a Prefeitura que está adequando o espaço do HGG e garantirá equipamentos de proteção individual (EPI) e insumos para que possamos dar início à parceria – relatou.
De acordo com Andreya Moreira, infectologista e Diretora da Vigilância em Saúde do município, o contato da Secretaria Estadual de Saúde foi feito para ampliar e dinamizar resultados de testes de pacientes com suspeitas do novo coronavírus em toda a região.
– O laboratório será utilizado pelos profissionais do HGG e da Uenf para que possamos ampliar o número de testes feitos em pacientes com suspeitas da doença. É uma necessidade em todo o país e fazer de Campos uma referência em testes é mais um passo – concluiu Andréya Moreira.




- Advertisement -
- Participe -
- Anúncios -

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido.