fbpx

#SigaOCLICK

Pais exigem indeminização após escola exibir o filme ‘O Chamado’

MAIS LIDAS

Os pais de uma aluna da quarta série de uma escola em Lyon, França, exigem uma indenização ao estabelecimento de ensino pelo fato de a filha ter ficado “traumatizada” após ter visto o filme ‘O chamado’ numa aula.

De acordo com o jornal Le Figaro, os pais exigiram uma indenização de 11 mil euros (aproximadamente R$ 70 mil).

Mas um magistrado membro de um tribunal administrativo recomendou a rejeição do pedido de indenização considerando que a exibição serviu de “contextualização” para um trabalho “educativo”.

Os fatos remontam a abril de 2019 quando um professor decidiu mostrar o filme aos alunos como parte de um trabalho sobre ficção.

Zoe, nome fictício, de 13 anos, teria ficado “verdadeiramente traumatizada”, de acordo com o advogado dos pais da menor. Segundo ele, a jovem não conseguiu voltar a ficar sozinha vendo televisão e “permanece fechada em casa”.

Segundo o advogado dos pais, a menina sofre ataques de pânico e isolamento social. Sofre ainda de stress pós-traumático, dizem relatos médicos e psicológicos que a acompanharam. 

O advogado recorda que o filme, proibido nas salas de cinema a menores de 12 anos, não é porém recomendado a menores de 16 anos para exibição na televisão.

‘O Chamado’ é um popular filme de terror onde a jornalista Rachel Keller decide investigar a morte da sobrinha. O mistério adensa-se com a morte de mais quatro adolescentes sete dias depois de verem um vídeo com imagens assustadoras.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Mais notícias