Blogs

OPERAÇÃO CHEQUINHO: Garotinho é preso pela Polícia Federal

O ex-governador Anthony Garotinho foi preso pela Polícia Federal na manhã desta quarta (13), dentro da Rádio Tupi. Garotinho foi condenado a nove anos, onze meses e quatro dias de prisão pelo juiz Ralph Manhães, na Operação Chequinho.

Três agentes estiveram por volta das 10h30m na porta da Rádio Tupi, em São Cristóvão, Zona Norte do Rio.

Garotinho apresentava seu programa diário no rádio quando o mandado foi cumprido. O programa vai continuar no ar até as 11h, com outro apresentador.

O carro da Polícia Federal neste momento está levando Garotinho para Campos, onde será cumprida a prisão domiciliar.

Prisão domiciliar

A sentença que determina a prisão de Garotinho afirma que ele ficará em prisão domiciliar, com monitoramento eletrônico e, durante este período, só pode entrar em contato com a esposa, a ex-governadora Rosinha Matheus, com os filhos, netos e a mãe, assim como com os advogados.

Durante o período da prisão domiciliar, Garotinho também não poderá entrar em contato com nenhum meio de comunicação eletrônica, como telefones celulares ou internet e nem dar entrevistas. O ex-governador foi intimado a entregar o passaporte.

 Qualquer visita médica só poderá acontecer se for comunicada previamente ao juiz do caso, com exceção das emergências. A fiscalização das medidas ficará a cargo da Polícia Federal.
Comente com o seu Facebook

To Top
error: Conteúdo protegido.