fbpx

#SigaOCLICK

Ômicron vs. vacinas: Afinal, nova variante é ou não mais resistente?

MAIS LIDAS

Um estudo realizado por pesquisadores da University of Copenhagen, Statistics Denmark e do Statens Serum Institut, na Dinamarca, revela que a variante Ômicron é mais resistente às vacinas atualmente em distribuição, em comparação com a Delta.

Para os cientistas, esta pode ser a explicação para a rápida propagação da Ômicron face a variantes identificadas anteriormente. “As nossas descobertas confirmam que a rápida disseminação da variante pode ser atribuída sobretudo à fuga imunológica e não a um aumento inerente da transmissibilidade básica”, dizem os autores do estudo, que aguarda a revisão dos pares. 

- Advertisement -

Após analisarem dados de cerca de 12 mil famílias dinamarquesas, os cientistas estimam que a Ômicron seja entre 2,7 e 3,7 vezes mais infecciosa entre os vacinados do que a variante Delta. Além disso, o grupo descobriu ainda que as pessoas vacinadas com a dose de reforço têm uma menor probabilidade de transmitir o vírus, independentemente da variante.

Recorde-se que as células do sistema imunitário responsáveis por eliminar outras que estejam infectadas pela Covid-19 demonstraram uma resposta robusta contra a Ômicron, evitando, assim, que a maioria das infecções progrida para um quadro considerado crítico, segundo um estudo realizado na África do Sul, em pré-publicação, divulgado no dia 30 de dezembro de 2021.

Desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta da nova variante, a 24 de novembro, foram notificadas infecções em, pelo menos, 110 países, incluíndo o Brasil.

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Mais notícias