fbpx

#SigaOCLICK

BLOG DO HUGO PEREIRA

Opinião, artigos e bastidores da política

O caos do transporte público de Campos e o IMTT

O ano de 2021 foi sofrido para os campistas. Após a enxurrada de impostos criados e reajustados, o cidadão sequer possui o direito de ir e vir assegurado pelo poder público municipal.

Ultimamente, quem tem resolvido os problemas da cidade é o governador do Estado, enviando milhões e milhões para manter salários em dia, reformas de hospitais e bairros.

Nas últimas semanas temos visto o drama dos moradores que dependem do transporte coletivo, e a novela que já é antiga, ganhou um novo capítulo com a intervenção da justiça, retirando as vans de circulação de bairros como Conselheiro Josino e redondezas.

O transporte público é de reponsabilidade do município, através do IMTT, que desde janeiro deste ano, parece estar inoperante. As principais avenidas da cidade seguem sem sinalização, com semáforos caindo por falta de manutenção, sem sequer providenciar novas pinturas para faixas de sinalização.

E pasmem, no auge da crise do transporte público, o IMTT, se preocupou em contratar por 180 dias, uma empresa para armazenar, leiloar e rebocar os veículos da população.

Enquanto isso, o trabalhador que luta para conseguir pagar o IPTU retroativo criado pelo atual governo, não consegue chegar ao trabalho no horário de seu expediente, pois o mesmo poder público que o sufoca com taxas e reajustes, lhe prejudica com um transporte que não funciona.

O ano de 2021 está chegando ao fim, mas os tempos sombrios parecem apenas estar começando.

Relacionados

ÚLTIMAS POSTAGENS