NOVELA PTB DE CAMPOS: Edson Batista rompe com família Garotinho, convoca eleição e “reassume” partido

A briga pelo PTB de Campos parece não ter fim. O novo desdobramento da ‘novela’ que vem se arrastando nos últimos meses agora envolve Edson Batista, ex-presidente da legenda no município que agora também briga para retornar a presidência do partido.

O INICIO
Conforme noticiamos aqui, Thiago Rangel havia sido escolhido pelo presidente estadual do PTB, Manoel Rampini, para assumir o comando da legenda no município. Foi então que surgiu a informação que em um encontro entre o deputado federal Wladimir Garotinho e Cristiane Brasil, onde o deputado soube que a indicação de Cristiane para a presidência local do partido era o nome de Heloísa Landim, superintendente do governo Rafael Diniz, o que alinharia o partido ao atual governo municipal.




A queda de braço entre Thiago Rangel e Heloísa estava então declarada. Pesava em favor de Thiago a votação obtida para Marcos Vinicius Neskau em Campos no pleito de 2018, que foi superior a votação obtida por Heloísa para Cristiane.

PRONUNCIAMENTO DO PRESIDENTE ESTADUAL
O caso teve repercussão, e parecia ter chegado ao final após o presidente estadual reafirmar que Thiago Rangel era o seu preferido para o cargo, e além disso, deixando claro que o partido não desejaria ficar ao lado da gestão Rafael Diniz, e que poderia caminhar com Caio Vianna em uma disputa em 2020.

EDSON BATISTA TOMA O PARTIDO NA MARRA
Acontece que neste sábado (16), Edson Batista anunciou através de sua rede social que irá fazer uma assembleia com os correligionários do partido no município e realizar uma eleição para a comitiva local.

Porém, o mandato tampão de Edson foi até o dia 1 de janeiro, prazo máximo para que ele convocasse eleição no diretório local, o que tornaria a sua decisão sem valor algum.

EDSON BATISTA ROMPE COM FAMÍLIA GAROTINHO
Além disso, Edson Batista teria rompido com Wladimir e a família Garotinho. O motivo para o rompimento é que Edson teria se sentido traído, desabafando com pessoas próximas dizendo que “Wladimir tentou me atravessar”. Os desentendimentos já vinham desde 2018, quando Edson foi candidato e não contou com o apoio da família Garotinho. O PTB de Edson caminhou com Eduardo Paes.

- Anúncios -

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido.
WhatsApp chat