BLOG DO FABRICIO NASCIMENTO

Opinião, artigos e bastidores da política
ClickCampos.com/Fabricio

Nildo Cardoso, Neném e filho de Gil Vianna podem encabeçar nominata do PSL

O vereador Carlos Alberto Neném e o ex-superintendente de Agricultura Nildo Cardoso, estão bem próximos do deputado Gil Vianna. Os dois, pré-candidatos ao legislativo municipal, ao caminharem com Gil, devem fazer parte da nominata do PSL, por onde o deputado disputará a eleição deste ano concorrendo ao cargo de prefeito.

Consultado por nossa equipe, Nildo Cardoso manteve o suspense sobre o tema. Segundo ele, não existe nada oficial e por isso ele prefere aguardar o período de filiação para confirmar, mas existe sim a aproximação entre os dois. Já Neném, diz achar cedo para comentar a possibilidade de migração de legenda e deve se pronunciar oficialmente sobre a questão durante a janela partidária que ocorrerá entre o dia 5 de março e o dia 3 de abril deste ano. Segundo ele, antes de qualquer movimentação ele conversaria com o prefeito Rafael Diniz, de quem faz parte da base do governo na Câmara Municipal.

Em contato com nossa equipe, Gil admite a proximidade com Nildo e Neném: “Estamos em um momento de articulação para montar a nominata, faltam dois meses para finalizar o prazo. Portanto, estamos conversando com diversas lideranças, inclusive com o vereador Neném e com o ex-vereador Nildo Cardoso, nomes importantes para o município”, garantiu o deputado.

Já sobre o filho, Gil não definiu, mas garantiu que existe vontade de lançar a candidatura: “Em relação ao meu filho Bruno Vianna, eu acho louvável a vontade dele de ser candidato, de querer trabalhar pela nossa população. Apesar de ele estar com 24 anos, acredito que a vida política se constrói degrau por degrau, subindo devagar e adquirindo experiência. Participar de um pleito disputando uma cadeira na Câmara de Vereadores da sua cidade é o primeiro passo para a construção de um líder político. O que posso afirmar, de fato, que é uma vontade dele.“

Mesmo sem definição, o pai garante que caso decida ser candidato, o filho terá seu apoio: “Não existe nada definido, nem uma pré-candidatura sendo trabalhada. Ele está conversando com a família, com os amigos. Se ele provar que ele tem condição de ser um pré-candidato, ele vai seguir em diante e contando com todo o nosso apoio.” – Afirmou o pai.

Caso as 3 candidaturas se confirmem no PSL, o partido, que ao que tudo indica vai correr sozinho, passaria a contar com 3 fortes puxadores de voto na briga pelo legislativo.

Relacionados

ÚLTIMAS POSTAGENS

error: Conteúdo protegido.