fbpx

#SigaOCLICK

Não vacinados são a maioria dos internados com Covid no RJ; secretaria orienta municípios a aplicar reforço em adultos

MAIS LIDAS

Um levantamento da Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro (SES-RJ) mostra que pessoas sem a vacina da covid, são a maioria entre os internados com a doença no estado.

O governo do estado também autorizou as 92 prefeituras a começar imediatamente a aplicação da dose de reforço em todos os adultos, depois da determinação do Ministério da Saúde.

A SES-RJ afirma que a maior parte dos internados hoje tem menos de 49 anos.

Ainda segundo a SES-RJ:

  • 42% dos internados não tomaram qualquer dose;
  • 39% só têm a primeira aplicação;
  • 9% concluíram o ciclo vacinal.

A secretaria não detalhou, nesse levantamento, quantas pessoas estavam internadas. Segundo o painel da Covid da SES-RJ, às 17h desta quinta-feira (17) eram 260 pacientes em enfermaria e 411 em UTIs — mas dados de alguns municípios estavam desatualizados em mais de uma semana.

Ainda de acordo com o painel, as taxas de ocupação estavam em 16,5% nas enfermarias e em 28,4% para UTIs.

“Esses dados comprovam que quem recebe todos os imunizantes está mais protegido em relação aos não vacinados”, afirmou o secretário estadual de Saúde, Alexandre Chieppe.

“O avanço na vacinação fez com que as internações hospitalares caíssem, levando a nossa taxa de ocupação para patamares bem baixos”, emendou.

Até a noite desta quinta, 65% da população do estado tinha concluído o esquema vacinal. No Município do Rio, essa taxa estava em 76%.

Na capital, a aplicação da dose de reforço para quem tem menos de 60 anos deve começar em dezembro.

Nesta quinta-feira, a Prefeitura do Rio reforça a vacina em homens de 60 anos ou mais. Esta aplicação também segue sendo realizada em pessoas imunossuprimidas e profissionais e trabalhadores da saúde.

Até o dia 30 de novembro, estarão sendo vacinados com a dose de reforço os profissionais e trabalhadores da saúde que tomaram a segunda dose das vacinas no mês de maio.

A primeira dose está sendo aplicada em pessoas com 12 anos ou mais, que ainda não tenham se vacinado. Isso vale até pelo menos o final de novembro.

Fonte: g1

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Mais notícias