O prefeito Rafael Diniz (PPS), em entrevista à InterTV na manhã desta sexta (15), informou que a procuradoria do município irá entrar com uma ação na justiça pedindo que Anthony Garotinho devolva R$ 11 milhões aos cofres municipais.

Na sentença do juiz Ralph Manhães, foi frisado que o prejuízo causado aos cofres públicos municipais com a compra de votos envolvendo o Cheque Cidadão chegou a R$ 11 milhões. Caso a justiça não tivesse investigado o esquema, o prejuízo seria de R$ 25 milhões até o final de 2016.

Segundo Diniz, “Com esse valor seria possível manter o Restaurante Popular por um período de 4 anos”.

Comente com o seu Facebook
COMPARTILHAR