MPT vai investigar contaminação de trabalhadores por coronavírus em plataforma de petróleo

O Ministério Público do Trabalho (MPT) irá investigar os motivos que levaram à contaminação de dezenas trabalhadores que estavam a bordo de uma plataforma de petróleo localizada entre o Sul do Espírito Santo e a região Norte do Rio de Janeiro. No momento, 29 deles encontram-se isolados em um hotel da Grande Vitória.

Por meio de nota enviada à imprensa, o MPT afirma que abriu um procedimento investigatório para apurar as circunstâncias que envolveram a transmissão do vírus e que tomará, no âmbito de suas atribuições, todas as medidas preventivas e reparatórias cabíveis.

- Advertisement -




De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), a informação passada pela Petrobras na tarde da última quarta-feira (8) era de que 53 trabalhadores testaram positivo para a doença. Entretanto, a Agência Nacional de Petróleo (ANP) afirma que o número de casos confirmados é 34.

Segundo a ANP, 53 é o número total de pessoas que estavam a bordo, sendo que outros 15 testaram negativo e, para quatro, a testagem foi inconclusiva.

Procurada, a empresa SBM Offshore, que opera a plataforma, informou apenas que “um número significativo de tripulantes de um navio no Brasil” testou positivo para Covid-19.

Fonte: G1.




- Participe -
- Anúncios -

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido.