Moradores de Tócos ganham Eco Praça no bairro Jardim Paraíso

Quer um mundo melhor? Então faça a sua parte. Com essa mensagem exposta, foi aberta nesta sexta-feira (14) a Eco Praça Jardim Paraíso. Através da união entre Prefeitura de Campos e moradores da localidade de Jardim Paraíso, em Tócos, na Baixada Campista, uma área crítica com despejo irregular de lixo e entulho foi transformada em um amplo espaço de lazer, esporte e conscientização ambiental. A vice-prefeita Conceição SantAnna participou da abertura. A inauguração foi comemorada com a festa junina da Escola Municipal Dr Getúlio Vargas.

Alunos, pais e funcionários da escola participaram desde o início do projeto Eco Praça, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Ambiental, Superintendência de Limpeza Pública, e Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte, com as colaborações da superintendência de Iluminação Pública e Companhia de Desenvolvimento Municipal de Campos (Codemca).




– Quando fomos implantar o projeto, as pessoas tiveram o maior prazer em ajudar. Como orientação do prefeito Rafael Diniz, sempre nos colocamos à disposição e este espaço agora é uma realidade e traz qualidade de vida à população do distrito – disse a vice-prefeita.

Segundo o diretor da escola, Luiz Augusto Bernardo de Souza, a ideia foi de eliminar o descarte irregular de lixo no local, proporcionar lazer e ainda despertar a sustentabilidade na comunidade.

– Inicialmente, tratamos disso com a comunidade escolar e em seguida levei às secretarias, que logo abraçaram a ideia e ainda obtivemos o apoio dos demais moradores. Conseguimos trazer a comunidade pra junto da gente, e eles fizeram esse projeto acontecer. O que era um terreno abandonado há muitos anos, torna-se um espaço que servirá não apenas aos nossos alunos, como a toda a população – disse.

Para o superintendente de Limpeza Pública, Carlos Augusto Siqueira, “surge em Campos uma nova concepção de ocupação de espaços públicos não utilizados.” Ele pontua ainda que as Eco Praças são projetos simples que primam pela sustentabilidade ambiental, elaborados pela gestão municipal, e executados pela própria comunidade, com orientação técnica da Prefeitura.

– São nos campos de futebol e de vôlei de areia que as crianças da escola vão poder praticar esporte. A praça sustentável recebeu playground, quadra, e foi cercada com mourões e arame liso. Humanizamos essa proteção para as crianças e criamos um jardim sustentável dentro da praça. A proposta é implantar uma praça sustentável em cada bairro ou distrito – contou Carlos Augusto.

A conscientização se fez presente na mobilização entre moradores, escola e gestão municipal. Os jardins suspensos, por exemplo, são feitos através de campanhas para a retirada dos pneus das casas, evitando foco de doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, e dando a eles nova utilidade.

– Ver tudo isso pronto e as nossas crianças desfrutando, é a realização de sonho pelo qual batalhamos muito. Era uma vontade antiga nossa, e agora temos uma nova área de lazer. Um espaço nosso, que passamos a ter o papel de cuidar, preservar, fazer a nossa parte – destacou o pedreiro João Carlos Sales, um dos pais de alunos envolvidos na iniciativa.

Estiveram presentes na apresentação do novo espaço, além da vice-prefeita, os superintendentes de Limpeza Pública, Carlos Augusto Siqueira, e de Iluminação Pública, Daniel Duarte, o presidente e o diretor da Codemca, Vinícius Viana e Edson Faes, e o secretário de Saúde, Dr Abdu Neme.

Espaço sustentável – No último mês, a Prefeitura de Campos entregou o Espaço Sustentável do Jóquei, projeto semelhante porém realizado em uma área particular e que o município teve autorização dos proprietários. O local, onde também era descartado irregularmente lixo e entulho, hoje há aulas de funcional e futsal, além de espaço para outros esportes e brincadeiras.

- Participe -
- Anúncios -

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido.