Brasil e Mundo

Ministra que já deu decisões favoráveis aos rosáceos, decidirá habeas corpus de Garotinho

A ministra Luciana Lóssio será a responsável pela decisão do habeas corpus que foi pedido pela defesa do secretário de Governo Anthony Garotinho, preso na operação Chequinho.

A ministra já deferiu habeas corpus para os vereadores Ozéias e Miguelito, que foram presos pela Polícia Federal na operação Chequinho. Luciana também foi responsável por anular uma ação que pedia a anulação do registro eleitoral da prefeita Rosinha Garotinho, quando ainda tentava disputar a eleição de 2012.

Comente com o seu Facebook

To Top
error: Conteúdo protegido.