fbpx

#SigaOCLICK

Ministério da Saúde anuncia segunda dose da vacina da Janssen contra a covid

MAIS LIDAS

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta terça-feira, 16, que as pessoas que tomaram a vacina da Janssen, da farmacêutica Johnson & Johnson, precisarão tomar uma segunda dose do imunizante. A aplicação deverá ser feita dois meses após a primeira dose. O reforço para essas pessoas será feito cinco meses após o esquema vacinal completo.

Queiroga disse que a quantidade de vacinas da Jansen aplicadas no País foi pequena e que há imunizantes suficientes para a segunda dose.

“No início, a recomendação era que essa vacina fosse de dose única. Hoje, nós sabemos que é necessária essa proteção adicional. Esses que tomaram a vacina da Janssen vão tomar a segunda dose do mesmo imunizante”, afirmou o ministro. “Lá na frente, a sequência é: completou 5 meses da segunda dose, receberá uma dose de reforço, preferencialmente, com a vacina diferente, uma vacinação heteróloga.”

De acordo com a secretária de Enfrentamento à Covid, Rosana Leite de Melo, o Ministério da Saúde vai seguir a recomendação do Food and Drug Administration (FDA), agência reguladora dos EUA, e aplicar a segunda dose da Janssen dois meses após a primeira aplicação. A secretária disse que as vacinas chegaram nesta segunda-feira, 15, e devem ser distribuídas a partir de sexta-feira, 19, “com todas as orientações”.

“Quem tomou a Janssen completará o esquema vacinal. Embora esteja na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) uma dose única, compete a nós (Ministério da Saúde) as definições”, disse. “A Janssen chegou aqui para nós em junho, julho. Estamos no tempo esperado.”

A reportagem pediu um posicionamento da Anvisa sobre o tema, mas ainda não houve resposta.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Mais notícias