Policia

Militar da Marinha é morto em assalto após deixar filha na escola

O militar da Marinha Edson de Souza Maia, de 47 anos, foi morto a tiros após reagir a um assalto em Itaboraí, na Região Metropolitana do Rio. De acordo com informações do 35º BPM (Itaboraí), o subtenente tinha acabado de deixar a filha de 12 anos na escola na Rua Antônio Carlos Guedes, quando foi abordado por criminosos que anunciaram o assalto.

O oficial teria sido cercado por três criminosos que anunciaram o assalto. Durante a tentativa do crime, um dos suspeitos teria desarmado a vítima, que foi morta com tiros disparados da própria arma. Segundo relatos de testemunhas, apenas um suspeito fugiu levando os pertences da vítima e o carro (um Fiat Uno cinza).

No local um irmão de Edson, que não se identificou, contou que a esposa do oficial também é da Marinha e que está muito abalada. A filha do militar ficou sabendo da morte do pai ainda dentro da escola.

Por volta das 10h, a Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSI) periciou o local do crime. Ainda não há informações sobre a identificação dos criminosos. O corpo do oficial chegou ao Instituto Médico Legal (IML) de Tribobó, em São Gonçalo, às 13h08.

Em seguida chegou, a esposa do militar, Viviane Amaro amparada por parentes. Dez minutos antes, uma equipe da Marinha esteve no local para prestar apoio aos familiares e ajudar na liberação do corpo.

Comente com o seu Facebook
Militar da Marinha é morto em assalto após deixar filha na escola

To Top
error: Conteúdo protegido.