fbpx

#SigaOCLICK

Mattos se defende de ataques após recuo do Cruzeiro sobre reforços

MAIS LIDAS

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) – Alexandre Mattos utilizou as redes sociais, nesta quarta-feira (29), para se defender de ataques após as informações de que os contratos dos reforços anunciados antes da chegada de Ronaldo terão que ser revistos. Os atletas, que negociaram diretamente com o dirigente, fecharam valores considerados acima do teto para Ronaldo. Diante disso, diversos torcedores começaram a questionar Mattos sobre as intenções de cada negócio, o que gerou resposta do dirigente.

“Vamos lá. Tudo dentro do orçamento do clube que era de R$4,5 milhões, autorizado pelo presidente, pelo financeiro e pela comissão. Agora tem dono, dono quer lucro e tem responsabilidade de patrimônio pessoal. Pergunta antes de escrever e ofender. Estava tudo sendo feito de acordo com aquilo que tínhamos. Aliás, o custo iria continuar o mesmo até porque sairia mais do que isso da folha. Então, irresponsável é quem colocou o clube nessa situação e não quem tentava tirar, disse em um comentário no Instagram.

- Advertisement -



O dirigente ainda completou o desabafo dando razão a Ronaldo pelas decisões tomadas neste início de trabalho, destacando que o clube vive agora uma nova realidade.

“Hoje é outra realidade, outro orçamento, outro pensamento e o torcedor terá que compreender. Quem colocou que iria ter injeção sem fim de grana e iria entrar fundo árabe com bilhões se enganou. Ronaldo está certíssimo de cortar tudo. Agora a paciência do torcedor estará a prova”, ponderou.



Mattos começou a trabalhar no Cruzeiro de maneira informal e não chegou a ser oficializado pelo clube. No entanto, todas as tratativas com os novos contratados passaram por ele. Com a chegada de Ronaldo, o dirigente foi comunicado de que não seguiria trabalhando pelo clube, uma vez que Fenômeno montará sua própria equipe de trabalho.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Mais notícias