Eleições 2018

Marcão: “Vergonha eu teria caso algum parente meu fosse um criminoso condenado, que ‘esperneia’ para tentar se manter livre”

O candidato à deputado federal Marcão Gomes, utilizou suas redes sociais para publicar um texto intitulado “Carta aberta à família”. No texto, Marcão comentou o caso em que teria levado a denúncia ao TRE de que um suposto tio seu, que apoiava outro candidato.

Segundo Marcão, o envolvido na denúncia não é seu tio, e não possui nenhum grau de parentesco. “Mesmo que fosse, não teria problema o fato de um parente meu ter intenção de votar em outro candidato, porque o voto é livre”, destaca Marcão.

Ainda segundo Marcão, vergonha maior seria “caso algum parente fosse um criminoso condenado, que “esperneia” para tentar se manter livre e no poder”. O texto alfineta Anthony Garotinho, que em uma de suas prisões esperneou para não ir para o Presídio de Bangu.

Marcão conclui a carta aberta citando sua formação profissional, e pedindo para que o candidato Wladimir Garotinho, que segundo ele, divulgou o vídeo falso, não insista em declarações e ataques do tipo.

Wladimir não se pronunciou sobre o caso.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Carta Aberta em respeito à família Para Fazer a Coisa Certa #GestaoTransparente #sigaMarcaoGomes #deputadofederal2277 #ParaFazeraCoisaCerta

Uma publicação compartilhada por Marcão Gomes (@sigamarcaogomes) em

Comente com o seu Facebook
Marcão: “Vergonha eu teria caso algum parente meu fosse um criminoso condenado, que ‘esperneia’ para tentar se manter livre”

To Top
error: Conteúdo protegido.