Mapa aponta estado do Rio como de risco alto para a covid-19

O estado do Rio entrou na zona de alto risco (bandeira vermelha) na classificação de risco para covid-19 elaborada pela Secretaria de Saúde. É a primeira vez que isso acontece desde que o governo do estado começou a fazer o monitoramento por meio do Mapa de Risco da Covid-19, em julho.

Das nove regiões do estado, cinco estão classificadas com bandeira vermelha: Metropolitana I, Baía da Ilha Grande, Serrana, Norte e Noroeste, que concentram 75,58% da população fluminense.

- Advertisement -




A 12ª atualização do Mapa de Risco da Covid-19 indica que as outras regiões (Médio Paraíba, Centro Sul, Baixada Litorânea e Metropolitana II) estão classificadas em bandeira laranja, o que significa risco moderado para a covid-19. A análise compara as semanas epidemiológicas 49 (de 29 de novembro a 5 de dezembro) e 47 (de 15 a 21 de novembro).

De acordo com a Secretaria de Saúde, cada bandeira representa um nível de risco e um respectivo conjunto de recomendações de isolamento social que variam entre as cores roxa (risco muito alto), vermelha (risco alto), laranja (risco moderado), amarela (risco baixo) e verde (risco muito baixo).

A Secretaria de Estado de Saúde destaca que o Rio de Janeiro apresentou um expressivo aumento no número de internações e de óbitos ao longo das semanas epidemiológicas 47 e 49, relativas ao período de 15 de novembro a 5 de dezembro. “Entre essas semanas a média de internações registradas foi de 2.500 e 507 óbitos. As taxas de ocupação de leitos de UTI também indicam um agravamento do cenário”, apontou.




MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido.