fbpx

#SigaOCLICK

BLOG DO HUGO PEREIRA

Opinião, artigos e bastidores da política

Mais de 360 crianças sem atendimento neurológico em Campos

O Conselho Tutelar de Campos mais uma vez denuncia a violação de direitos de crianças na cidade. A negligência mais uma vez é do Município, que deveria assegurar tais direitos.

Em março deste ano, o Conselho Tutelar encontrou acolhimentos institucionais mantidos pela prefeitura sem alimentos na despensa, onde as refeições eram fracionadas por falta de reposição. Na ocasião, crianças e adolescentes não passaram fome extrema graças as doações da sociedade civil.

Desta vez, o Conselho Tutelar, realizou diligência no Centro de Referência de Tratamento da Criança e do Adolescente (CRTCA), antiga Apic, e comprovou em números a dificuldade para atendimentos e consultas. Em um caderno avulso com anotações, foi encontrada uma lista de nomes de 365 crianças em uma espécie de “fila de espera” para marcação de atendimento com neuropediatra.

Com grande volume de denúncias de pais que não conseguem atendimento para seus filhos, o caminho foi apresentar o caso ao Ministério Público Estadual.

Infelizmente, Campos atravessa um momento conturbado em relação a estruturação de políticas públicas voltadas à infância e juventude. Em pouco mais de 180 dias de governo, a Fundação Municipal da Infância e Juventude já trocou de presidente mais de três vezes. Uma área tão séria merecia mais seriedade e estabilidade na gestão, onde estão vinculados administrativamente os Conselhos Tutelares e acolhimentos institucionais, que ficam vulneráveis com o troca troca de colaboradores indicados por vereadores.

Relacionados

ÚLTIMAS POSTAGENS