Luciano Huck comenta o uso de seu avião para transporte de Lula

Ao ver seu nome ganhar as manchetes dos principais jornais e ser assunto nas redes sociais neste sábado (9), Luciano Huck veio a público esclarecer as especulações sobre ele ter supostamente emprestado seu avião para o transporte do ex-presidente Lula de Curitiba, onde ele foi solto da carceragem da Polícia Federal, para São Paulo, onde mora.
“Esclarecer os fatos olhos no olho é sempre bom, tá? Eu não dei carona no avião para o Lula. Eu não emprestei avião nenhum para o Lula. Eu uso meu avião para trabalhar. Viajo dois, três estados toda semana para rodar esse Brasil inteiro”, explicou o apresentador.
Lula embarcou no avião modelo Phenon 300, registrado com o prefixo PPHUC e fabricado pela Embraer em 2013. A compra do jatinho, que pertence a empresa de Huck, foi financiada pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). Segundo o apresentador, manter um jato como esse requer muitos gastos, e para amenizar os custos a aeronave é colocada para locação.
“Aviação é muito cara. E para tornar a operação mais eficiente, eu tenho um sócio, que é a Icon Táxi Aéreo, que é maior empresa de táxi aéreo do Brasil. Quando eu não estou voando, o avião fica a disposição deles para fretamento. Em bom português, é para alugar o avião para pagar as contas todas”, contou Huck que apontou a viagem do político como fretada.
“O voo de hoje foi um voo fretado, como qualquer outro. Quem cuida dessa agenda de voos e todos os detalhes é a Icon, então qualquer especulação política em cima disso é maluquice, nesse momento polarizado e dividido do país. O fato não passou de uma simples questão comercial, vamos dizer assim. Qualquer dúvida a Icon pode esclarecer e espero que eu tenha esclarecido qualquer dúvida”, finalizou ele
- Participe -
- Anúncios -

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido.