Líder de greve dos servidores furou a greve e trabalhou normalmente em maio e junho

Como é de conhecimento geral, entre maio e junho os servidores do Município de Campos entraram em greve reivindicando um reajuste salarial diferente do que havia sido proposto pelo governo municipal. O movimento de greve teve como principal braço articulador a Associação dos Servidores Municipais, composta por um grupo de oposição ao sindicato da categoria. O final da história também é de conhecimento público, quando o prefeito Rafael Diniz recuou e não concedeu o aumento que ele mesmo propôs aos servidores.

Mas além dos diversos erros de negociação feitos pelo governo Rafael Diniz, o que também chama a atenção é o fato de que durante a greve, a principal articuladora do movimento e presidente da associação dos servidores, Elaine Leão, decidiu simplesmente furar a greve que ela mesmo propôs, indo trabalhar normalmente. Pelo menos é o que mostra a folha de ponto assinada pelo Dr. Dante Lucas.




De acordo com documentos obtidos com exclusividade pelo ClickCampos, Elaine Leão, que é técnica de Raio-X da prefeitura, cumpriu normalmente seus plantões durante o mês de maio e junho. Enquanto isso, os demais servidores incitados por ela, se mantiveram fora de seus postos de trabalho, conforme deliberado em assembleia e tiveram descontos nos seus proventos nos meses de maio e junho.

Elaine também sofre críticas de uma ala dos servidores por entenderem que ela usou o movimento grevista para autopromoção, deixando a negociação com a prefeitura em segundo plano em alguns momentos. A líder da greve no entanto destaca que até aqui, não é pré-candidata a nenhum cargo público a não ser presidente do SIPROSEP.

- Anúncios -

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido.