Campos

Junho Vermelho: campanha de doação de sangue ganha a BR-101

O Hemocentro Regional de Campos celebra o Junho Vermelho, mês escolhido para lembrar a importância da doação de sangue e incentivar esse ato solidário. O período faz alusão ao Dia Mundial do Doador de Sangue, comemorado neste 14 de junho. Com a campanha, o único banco público de sangue do Norte e Noroeste Fluminense pretende sensibilizar as pessoas a ajudarem a unidade a salvar vidas.

— Nós do Hemocentro sempre buscamos enfatizar a importância da doação de sangue. Queremos agradecer a todos os doadores que frequentemente estão nos procurando voluntariamente e gostaríamos de ressaltar a necessidade dessa matéria-prima que é crucial para salvar vidas — declarou a assistente social do Hemocentro, Maria Gonçalves.

Doador desde 1990, o guarda municipal Edmar Santana destacou que doar sangue, para ele, é reconfortante. “Doei pela primeira vez por uma necessidade e não parei mais. Hoje, também sou doador de plaquetas, que também é importante. Doando sangue, a gente acaba ganhando mais do que aqueles que recebem. É um ato de amor e solidariedade”, comentou.

A enfermeira Tereza Russo já é doadora no Hemocentro de Campos há 18 anos. “Já doava sangue desde antes de vim para Campos e quando vim morar aqui, em 2000, não perdi esse hábito. Para mim, é uma obrigação e a sensação de poder salvar vidas é melhor do que qualquer picadinha de agulha”, afirmou.

Outro doador assíduo é o economista Gutemberg Mesquita, que há pelo menos 10 anos ajuda com seu sangue. “Comecei a doar porque um amigo precisou e desde então venho com frequência, respeitando o intervalo de 60 dias para os homens entre uma doação e outra. Tento fazer meu papel de ajudar e é importante que outras pessoas também percam o medo de doar”, disse.

Na BR-101 – Em parceria com o Hemocentro, a concessionária Arteris Fluminense, que administra a BR 101 no trecho entre Niterói à divisa com o Espírito Santo, também divulga a campanha Junho Vermelho. Uma mensagem de alerta para conscientizar motoristas sobre a importância da doação de sangue está sendo exposta no painel de mensagem variável do km 75 da BR 101, na altura de Ururaí. Além disso, a concessionária tem trabalhado em campanha interna de doação de sangue com os colaboradores de Campos.

O Hemocentro Regional de Campos funciona no HFM desde 1989. É o único banco público de sangue público das regiões Norte e Noroeste do Estado do Rio de Janeiro e atende um total de 25 instituições hospitalares, sendo nove em Campos dos Goytacazes e mais 16 unidades hospitalares espalhadas em 14 municípios do Norte e Noroeste Fluminense. Para manter seu estoque equilibrado, a unidade necessita de 70 doações por dia, porém esse número tem sido abaixo do esperado.

Para doar sangue é preciso apresentar documento de identidade com foto, ter boas condições de saúde, peso superior a 50 kg, idade entre 16 e 69 anos, não estar em jejum e não ter ingerido alimentos gordurosos nas últimas três horas. Menores de 18 anos devem comparecer com o responsável legal. Vale lembrar que o intervalo entre uma doação e outra é de 60 dias para homens e 90 dias para mulheres.

O Hemocentro funciona diariamente, inclusive finais de semana e feriados, das 7h às 18h, no Hospital Ferreira Machado, que fica na Rua Rocha Leão, 2, no bairro Caju.

Comente com o seu Facebook
Junho Vermelho: campanha de doação de sangue ganha a BR-101

To Top
error: Conteúdo protegido.