Jovem abandona filha recém-nascida e dá-lhe dois tiros

Logan Kruckenberg-Anderson, de 16 anos, natural de Wisconsin, nos EUA, foi considerado culpado pelo homicídio da própria filha, que tinha apenas dias de vida.

O jovem teria colocado a filha recém-nascida junto a uma árvore e deu-lhe dois tiros na cabeça. Depois tentou esconder o corpo.

- Advertisement -




Os pais da criança foram pegos após uma série de mentiras sobre o desaparecimento da bebê. Primeiro alegaram que tinham entregue a criança a uma amiga, uma vez que não tinham possibilidades de a criar.

Contudo, não conseguiram dar às autoridades o nome ou contato da amiga em causa e, mais tarde, admitiram que, afinal, a tinham abandonado na neve. Quando o corpo foi descoberto, o jovem admitiu ter disparado fatalmente contra o bebê.

A bebê, de nome Harper, nasceu no dia 5 de janeiro. A sua mãe, cuja identidade não foi revelada, deu à luz sozinha na casa de banho de casa.

Logan foi julgado na terça-feira como se tratando de um adulto e acusado de homicídio em primeiro grau. Segundo a lei de Wisconsin, qualquer pessoa com mais de dez anos, responsável pela morte de outra de forma intencional é julgado como um adulto.

Logan deverá voltar a comparecer em tribunal a 20 de janeiro.




MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido.