BLOG DO FABRICIO NASCIMENTO

Opinião, artigos e bastidores da política
ClickCampos.com/Fabricio

Hotel de luxo que recebeu R$ 40 milhões da PreviCampos fecha as portas no Rio

O Hotel LSH, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, fechou as portas definitivamente na segunda-feira. O empreendimento, inicialmente um hotel da rede de Donald Trump (chamava-se Trump Hotel Rio)  e com um histórico complicado, também não suportou o prejuízo causado pelos efeitos do coronavírus. Uma de suas complicações é um investimento de R$ 40 milhões realizado com o fundo da PREVICAMPOS durante a gestão de Rosinha Garotinho.

O hotel teve os bens bloqueados algumas vezes pela Justiça. Motivo: entre seus sócios, constavam Arthur Soares, o Rei Arthur; Paulo Figueiredo, neto do ex-presidente João Figueiredo; e o Banco de Brasília; todos investigados e réus na Lava-Jato.




O Rei Arthur inclusive citou em delação premiada que guardou R$ 10 milhões em dinheiro vivo, separados em malas, e entregou para Anthony Garotinho.

O futuro do hotel ainda é incerto não só pelo coronavírus. Há uma briga entre alguns investidores e os fundos de pensão, que não querem permitir novos aportes e querem a venda do hotel.

Com informações da coluna de Lauro Jardim




Relacionados

ÚLTIMAS POSTAGENS

error: Conteúdo protegido.