Governo do Estado tomará medidas contra a Chikungunya em Campos e Miracema

Um dia após a indicação legislativa protocolada pelo deputado estadual Rodrigo Bacellar (SD), o subsecretário de vigilância em saúde do estado, Alexandre Chieppe, admitiu nesta sexta-feira (17) um reforço ao combate contra o Aedes Aegypt e o vírus da Chikungunya, que atinge com mais severidade as cidades de Campos e Miracema. Segundo ele, as duas cidades são as mais afetadas do interior. “A gente tem observado um aumento importante de casos de chikungunya tanto na região norte, envolvendo principalmente Campos de Goytacazes, quanto na região noroeste, em que Miracema é o mais afetado “, descreve o subsecretário.

Além da indicação legislativa, Bacellar se reuniu com o vice-governador Cláudio Castro, onde foi debatido sobre o assunto. “Estive com o vice-governador e entreguei pessoalmente o pedido para que medidas sejam tomadas em nossa região para o combate ao Aedes Aegypt, e ouvi do governador que a previsão é de que o aparato epidemiológico do Estado entre em ação nos próximos dias”, destacou o deputado.




- Anúncios -

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido.