Godoy nega acusações e discorda de condenação

O chefe de Gabinete do deputado Wladimir Garotinho, Thiago Godoy, nega as acusações e afirma que irá recorrer da decisão em que foi condenado à prestar serviços comunitários.

— O juiz determinou na sentença que eu preste serviços comunitários, o que já considero um absurdo e por essa razão vou recorrer. Essa matéria divulga uma fake news no título e, ao contrário dos advogados consultados pelo jornal, discordo veementemente que essa afirmação esteja correta, pois não se pode dizer que alguém foi condenado à prisão, quando isso não é verdade. Confio em Deus e na Justiça, por isso recorrerei até a última instância se necessário, pois não participei de esquema algum e está sendo atribuída a mim, equivocadamente, uma importância política que nunca tive. Sou advogado e faço, como sempre fiz ao longo da minha carreira, um trabalho exclusivamente técnico.




Godoy foi condenado em uma ação gerada pela Operação Chequinho, onde supostamente utilizou o benefício do Cheque Cidadão em troca de votos na disputa eleitoral de 2016.

- Anúncios -
- Anúncios -

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido.