Campos

Geração de empregos: Rafael Diniz se reúne com empresa que vai construir gasoduto

O prefeito Rafael Diniz recebeu nesta quinta-feira (26), na sede da Prefeitura, uma equipe da Gás Natural Açu (GNA), subsidiária da Prumo Logística SA, que opera o Porto do Açu, em São João da Barra. A equipe da GNA apresentou o andamento da construção de um gasoduto vindo de termelétricas a gás projetadas para o Açu, que passará por Campos e chegará até o gasoduto, ligando o terminal da Petrobras de Cabiúnas, Macaé, até Vitória (ES). A primeira fase do projeto tem previsão para entrega em 2021, com geração de cerca de cinco mil empregos diretos e 10 mil indiretos.

— O município está de portas abertas, disposto a participar de todas as fases desta iniciativa, afinal que for facilitador para o avanço deste projeto, é consequentemente para o bem de toda a região. Estamos nos colocando ao lado de São João da Barra, vislumbrando a geração de novas receitas além dos royalties e visando promover o desenvolvimento da nossa cidade. A expectativa é em colaborar como parceiros, avançando em infraestrutura para receber tamanho investimento, e mais ainda, o enfoque na capacitação de pessoas para o preenchimento das vagas de emprego a serem geradas, seja através de cursos parceiros ou universidades. Nossa preocupação é tão quanto com a geração de oportunidade, quanto com a capacitação para nossos munícipes possam ocupá-las ao máximo — destacou Rafael Diniz.

De acordo com a apresentação desenvolvida pelo diretor presidente da GNA, Bernardo Perseke, dando conta do Gasoduto dos Goytacazes (GASOG), serão R$8 bilhões investidos nos primeiros cinco anos de empreendimento, que terá em um processamento de Gás Natural Liquefeito (GNL), construídos um Terminal de Gaseificação e duas termelétricas, com a instalação de redes de transmissão de energia para o sistema nacional. Através deste investimento, é possível ao município a obtenção de renda além dos royalties, através do Imposto Sobre Serviços (ISS), calculado anualmente de acordo com esse tipo de empreendimento.

Esta primeira parte de projeto, prevista para entrega em 2021, vislumbra aproximadamente cinco mil empregos diretos e 10 mil indiretos gerados. Atualmente mais de 500 oportunidades de trabalho já foram disponibilizadas, sendo 70% do quantitativo, preenchido por profissionais de Campos e São João da Barra.

— A geração de empregos é fundamental para a retomada da nossa economia, por isso o valor desta proposta. Valor este que se encontra em todo segmento da economia do município que pode vir a ser movimentada, com toda a parte de serviços a ser prestado, e consumo dentro do comércio, bem como na parte hoteleira de Campos – afirmou o subsecretário de Desenvolvimento Econômico, Alfredo Dieguez.

Além do incentivo através das oportunidades de serviço, a iniciativa envolve também o fornecimento à rede energética brasileira. As duas térmicas a serem construídas e operadas preveem a geração de mais de 3GW de energia, projetando aproximadamente ¼ da energia gerada em Itaipu.

— A GNA é dona atualmente do maior empreendimento da região no Porto do Açu. Vemos como importante esse estreitamento, para que possam, por meio de cada pasta da gestão serem compreendidas as demandas de todo o processo, e concluir de que formas o município pode atender a esta iniciativa e trazer benefícios para o nosso desenvolvimento. Por isso o significado da presença de diferentes pastas neste contato – pontuou Vinícius Viana, presidente da Companhia de Desenvolvimento do Município de Campos dos Goytacazes (Codemca).

Também participaram da reunião, o superintendente de Ciência, Tecnologia e Inovação, Romeu e Silva Neto; o secretário de Educação, Cultura e Esportes, Brand Arenari; o secretário de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, Cledson Bitencourt; e o secretário de Desenvolvimento Ambiental, Leonardo Barreto.

Comente com o seu Facebook
Geração de empregos: Rafael Diniz se reúne com empresa que vai construir gasoduto

To Top
error: Conteúdo protegido.