Genival Lacerda morre aos 89 anos vítima da Covid-19

Comedor de cuscuz com leite do peito da vaca e queijo de coalho não se derruba fácil”, repetia o cantor paraibano de forró Genival Lacerda, 89. Nesta quinta-feira (7,), a Covid-19 calou o rei do duplo sentido. Ele é autor, entre outros sucessos, de “Severina Xique Xique”, “Radinho de Pilha” e “De Quem É Esse Jegue?”.

Lacerda resistiu até onde deu. Com sobrepeso, hipertensão e diabetes, conseguiu sobreviver a um AVC, um acidente vascular cerebral, em maio deste ano. Por causa do coronavírus, estava internado desde o dia 30 de novembro. A morte foi confirmada por parentes nas redes sociais.

- Advertisement -




O músico trabalhou até antes da pandemia. No Carnaval do Recife, se apresentou com vigor ao lado do filho João Lacerda, que segue os mesmos passos do pai como cantor.

Familiares relatam que ele começou a sentir os primeiros sintomas no dia 29 de novembro do ano passado. Estava ofegante e se sentindo indisposto. Foi levado a um hospital particular, onde foi detectada a infecção pelo novo coronavírus e internado no dia seguinte.




MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido.