Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Na manhã deste sábado (27), durante um programa em uma rádio campista, o secretário de governo Anthony Garotinho (PR) comentou mais uma vez sobre a crise e afirmou que os campistas devem levantar as mãos para o céu. “Muita gente fala as coisas sem fazer uma análise dos fatos. A sorte de Campos é ter Rosinha na Prefeitura. Se não fosse a experiência de uma ex-governadora, a cidade estaria em uma situação dramática. O município de Cabo Frio, que tem uma dependência dos royalties semelhante a nossa, não está conseguindo pagar os salários, cuidar dos pacientes e recolher o lixo”, comentou.

Durante o programa Garotinho revelou que estará em Brasília de terça ate quinta, onde ficará os dois primeiros dias articulando um possível novo empréstimo, que o valor chegaria na casa de R$ 1Bilhão. “Estaremos na quinta-feira com o ministro da Fazenda e acredito que vamos trazer boas notícias não só para Campos, mas para outras cidades da região que estão em dificuldade”, comentou.

A cidade, que já contraiu dois empréstimos, com juros em torno de R$ 160 milhões, vai tentar uma “bolada” de R$ 1 bilhão para pagar até 2035. Mas o líder comentou que esse valor pode cair para R$ 500 milhões. “Agora existe a possibilidade de um prazo mais longo e as parcelas não vão pesar para os próximos gestores”, afirmou.

Comente com o seu Facebook